Reiki – A Arte de Convidar a Felicidade

RUI MOURA | TERAPEUTA E FORMADOR | REIKI | SHIATSU | COACHING | YOGA TIBETANO | CONSULTAS | AULAS PARTICULARES| EMPRESAS | CURSOS | PALESTRAS | RETIROS |LISBOA | CASCAIS | LINDA-A-VELHA | CARCAVELOS | PORTO | MATOSINHOS | STRESS | ANSIEDADE | DEPRESSÃO | INSÓNIA | ALIVIO DA DOR | TRATAMENTO DE LESÕES

O Reiki é um método de canalização de energia curativa pela imposição das mãos. A palavra REI (universal, sem limites) e KI (energia vital) é japonesa, assim como este método. Contudo, a prática de transferência de energia através das mãos para a cura, já vem desde tempos remotos.

É a energia da qual têm falado muitas religiões, filosofias e culturas com nomes tão diversos como prana para os hindus, mana para os kahunas, energia bioplasmática para os investigadores russos e chi para os chineses.

Todos temos e podemos usar a energia de Reiki para ajudar a nós próprios e aos que estão à nossa volta. Não é necessário nenhuma condição especial para usar esta energia. Este “poder” é ativado através de uma processo de iniciação ou sintonização, o que a diferencia de outras técnicas de cura.

Qualquer pessoa pode por as suas mãos sobre a outra e acelerar o processo de cura, transferindo esta energia de natureza eletromagnética do seu próprio corpo. Todavia, com as iniciações de Reiki o aluno está capacitado para canalizar a Energia Universal, usando um método antigo para elevar o seu corpo físico e corpo subtil a níveis mais elevados de vibração. Nesse processo de sintonização são “abertos” os canais e centros energéticos chamados chacras.

O praticante de Reiki não se sente cansado ao dar um tratamento. Explicando de uma forma simples, a Energia universal é ilimitada e na sessão de Reiki entra pelo chacra coronário (situado no topo da cabeça) passa pelos centros energéticos superiores e depois para os braços e mãos até ao paciente. Uma parte dessa energia fica sempre no corpo da pessoa que está a canalizar Reiki.

A energia passa através do praticante por “canais purificados” chamados “nadis”, abertos nas iniciações e graças aos quais, o praticante de Reiki não usa a sua própria energia nem recolhe nada do seu paciente.

Uma das vantagens do Reiki é a possibilidade de auto tratamento, que se traduz numa ferramenta muito eficaz para conseguir um maior relaxamento e cura. Com o Auto-Reiki, a energia trabalha sobre nós mesmos ao nível físico (para diminuir e eliminar a dor, por exemplo), ao nível mental-emocional, ajudando assim a libertar bloqueios energéticos, que de outro modo poderiam no futuro gerar alguma enfermidade.

O caminho do Reiki é um caminho que nos permite expressar um amor impessoal através da Energia Universal. Amor, primeiro a nós mesmos, como manifestação desta Energia Universal, facilitando o nosso desenvolvimento pessoal e espiritual; e amor ao próximo, ao atuar como canal desta energia em seu benefício.

As raízes teóricas e práticas do Reiki fundamentam-se numa rica mistura do Budismo Esotérico, do Qi Gong, do Xamanismo e Xintoísmo Japonês e sua beleza reside na unificação do conhecimento num método simples de todos estes múltiplos aspetos.

O Reiki não é semelhante à arte de curar no nível físico e psicológico, pois afeta mais do que o corpo físico, vai muito além dele, abrange também o corpo emocional, mental e espiritual. A cura é apenas um dos aspetos importantes do trabalho com o Reiki na relação cura/doença. O Reiki faz a sua verdadeira magia na ampliação da consciência e na realização da impermanência da vida expressa na frase com que começamos a recitar os 5 Princípios: SÓ POR HOJE!

Cura, trabalho com energia, terapia, etc., são apenas atributos com os quais revestimos o Reiki, de modo a torná-lo mais fácil de entender e de ser apreendido pela mente racional. Um artista aprenderá a transformar a energia em arte com mais facilidade, um homem de negócios transformará o Reiki em prosperidade e abundância e um cozinheiro criará pratos carregados de energia vital. Um mestre na arte de viver, transformará o Reiki em Prazer de estar vivo, Amor e Felicidade

O Reiki é um caminho de humanização, embora estejamos na Terra como humanos, esse estado é limitado e cheio de potencial. E, nesta vida, é-nos permitido lutar pela nossa realização pessoal. Através do Reiki podemos unir Céu e Terra. Ele é nossa raiz energética aqui na Terra, e quanto mais enraizados estivermos, mais alto nossa coroa se estenderá em direção ao Céu

O Reiki é um sistema de autoajuda perfeito, que se ajusta àquele que o usa e não requer intermediários, independentemente de ser um iniciado no mundo espiritual, um intelectual calejado, um estudante de yoga que trabalha o corpo, uma dona de casa ou um homem devoto. Ele põe-nos de novo em contacto com a energia vital há muito esquecida, mas que tudo permeia, e ensina-nos como nos amar a nós mesmos… de novo.

Importante mesmo… é praticar Reiki.

Artigo de Rui Moura

Imagem: Google