Curso de Reiki Nível 1 – Matosinhos, 6 de Maio 2018

Nunca foi tão importante aprender Reiki como agora! Porque…

  • Com o Reiki aprendemos a manter um estado calmo e relaxado.
  • Com o Reiki aprendemos a manter uma mente focada e disciplinada.
  • Com o Reiki aprendemos a lidar com o Stress e a pressão do dia-a-dia para manter uma atitude positiva.
  • Com o Reiki aprendemos a manter o nosso equilíbrio energético e a lidar com aquilo que não se vê, só se sente
  • Com o Reiki aprendemos que podemos libertar, perdoar e curar as feridas do passado e as ansiedades do futuro para viver em felicidade no momento presente.

Por isso é importante que aprendas REIKI agora ! Dia 6 de Maio em Matosinhos, espero por ti.

O QUE É O REIKI:

O Reiki é um método de cura que teve origem no Japão com Mikao Usui, o seu fundador. No Reiki usamos as mãos para dirigir a energia para o nosso corpo ou para o corpo de outra pessoa. Aprendemos como a usar a energia universal para curar, ser feliz e fazer os outros felizes também.

Por ser fácil de aprender e acessível a todas as pessoas, este método, é praticado em todo o mundo por milhões de pessoas. E é a sua eficácia e simplicidade que faz com que seja usado em muitos hospitais por profissionais de saúde no alívio da dor crónica e outros sintomas como ansiedade, depressão, insónias, stress, burnout, etc.

Neste curso, usando uma linguagem clara e sem misticismos, vamos esclarecer o que é o Reiki, como funciona e em quem pode ser usado. O seu fundador Mikao Usui definiu Reiki como a Arte de Convidar a Felicidade.

LOCAL, DATA, HORÁRIO:

  • High Performance Surf Studio
  • Centro Comercial Atlântico, Loja 201
  • Avenida da República 181, Matosinhos
  • Domingo, 6 de Maio das 09:00 às 18:00

O CURSO INCLUÍ:

  • Manual e Certificado de Participação
  • Permite o acesso ao Nível 2
  • Acompanhamento Pós-Curso
  • Acesso à Prática Reiki Ativo e Grupo de Partilha de Reiki

VESTUÁRIO E ACESSÓRIOS, O QUE USAR:

  • Usar roupas confortáveis e de tons claros
  • Trazer uma manta e meias quentes, caso o tempo o exija
  • Caneta e bloco de notas

NÍVEL 1 – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

  • A Essência do Reiki; Características e Benefícios do Reiki; Estrutura do Reiki; Os Cinco Princípios de Reiki por Mikao Usui; Lendas e Factos sobre o Reiki; Aplicações e Efeitos do Reiki; Ética, Crenças e Autoconhecimento; Orientações Básicas para Aplicação de Reiki; Anatomia Energética – Os Chacras; 1º Símbolo de Reiki; , Os 21 Dias de Limpeza, Purificação e Crises de Cura; Técnicas Japonesas Associadas Ao Reiki; Sintonização; Auto-Reiki; Tratamento completo de Reiki.

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES:

  • Rui Moura – 961 040 539 | ki@kinergia.pt
  • Vagas limitadas a 10 participantes

CONDIÇÕES DE INSCRIÇÃO:

  • O Curso de Reiki Nível 1 tem o valor de 125,00 €
  • O pagamento deverá ser feito por MB ou Home Banking em Pagamento de Serviços com seguintes dados: Entidade: 21 312 – Referência: 125 039 088 – Valor: 125,00 €
  • Para validar a sua inscrição deve enviar email com: nome, email, telemóvel, NIF e o comprovativo de transferência

 

 

 

Reiki – A Arte de Convidar a Felicidade

RUI MOURA | TERAPEUTA E FORMADOR | REIKI | SHIATSU | COACHING | YOGA TIBETANO | CONSULTAS | AULAS PARTICULARES| EMPRESAS | CURSOS | PALESTRAS | RETIROS |LISBOA | CASCAIS | LINDA-A-VELHA | CARCAVELOS | PORTO | MATOSINHOS | STRESS | ANSIEDADE | DEPRESSÃO | INSÓNIA | ALIVIO DA DOR | TRATAMENTO DE LESÕES

O Reiki é um método de canalização de energia curativa pela imposição das mãos. A palavra REI (universal, sem limites) e KI (energia vital) é japonesa, assim como este método. Contudo, a prática de transferência de energia através das mãos para a cura, já vem desde tempos remotos.

É a energia da qual têm falado muitas religiões, filosofias e culturas com nomes tão diversos como prana para os hindus, mana para os kahunas, energia bioplasmática para os investigadores russos e chi para os chineses.

Todos temos e podemos usar a energia de Reiki para ajudar a nós próprios e aos que estão à nossa volta. Não é necessário nenhuma condição especial para usar esta energia. Este “poder” é ativado através de uma processo de iniciação ou sintonização, o que a diferencia de outras técnicas de cura.

Qualquer pessoa pode por as suas mãos sobre a outra e acelerar o processo de cura, transferindo esta energia de natureza eletromagnética do seu próprio corpo. Todavia, com as iniciações de Reiki o aluno está capacitado para canalizar a Energia Universal, usando um método antigo para elevar o seu corpo físico e corpo subtil a níveis mais elevados de vibração. Nesse processo de sintonização são “abertos” os canais e centros energéticos chamados chacras.

O praticante de Reiki não se sente cansado ao dar um tratamento. Explicando de uma forma simples, a Energia universal é ilimitada e na sessão de Reiki entra pelo chacra coronário (situado no topo da cabeça) passa pelos centros energéticos superiores e depois para os braços e mãos até ao paciente. Uma parte dessa energia fica sempre no corpo da pessoa que está a canalizar Reiki.

A energia passa através do praticante por “canais purificados” chamados “nadis”, abertos nas iniciações e graças aos quais, o praticante de Reiki não usa a sua própria energia nem recolhe nada do seu paciente.

Uma das vantagens do Reiki é a possibilidade de auto tratamento, que se traduz numa ferramenta muito eficaz para conseguir um maior relaxamento e cura. Com o Auto-Reiki, a energia trabalha sobre nós mesmos ao nível físico (para diminuir e eliminar a dor, por exemplo), ao nível mental-emocional, ajudando assim a libertar bloqueios energéticos, que de outro modo poderiam no futuro gerar alguma enfermidade.

O caminho do Reiki é um caminho que nos permite expressar um amor impessoal através da Energia Universal. Amor, primeiro a nós mesmos, como manifestação desta Energia Universal, facilitando o nosso desenvolvimento pessoal e espiritual; e amor ao próximo, ao atuar como canal desta energia em seu benefício.

As raízes teóricas e práticas do Reiki fundamentam-se numa rica mistura do Budismo Esotérico, do Qi Gong, do Xamanismo e Xintoísmo Japonês e sua beleza reside na unificação do conhecimento num método simples de todos estes múltiplos aspetos.

O Reiki não é semelhante à arte de curar no nível físico e psicológico, pois afeta mais do que o corpo físico, vai muito além dele, abrange também o corpo emocional, mental e espiritual. A cura é apenas um dos aspetos importantes do trabalho com o Reiki na relação cura/doença. O Reiki faz a sua verdadeira magia na ampliação da consciência e na realização da impermanência da vida expressa na frase com que começamos a recitar os 5 Princípios: SÓ POR HOJE!

Cura, trabalho com energia, terapia, etc., são apenas atributos com os quais revestimos o Reiki, de modo a torná-lo mais fácil de entender e de ser apreendido pela mente racional. Um artista aprenderá a transformar a energia em arte com mais facilidade, um homem de negócios transformará o Reiki em prosperidade e abundância e um cozinheiro criará pratos carregados de energia vital. Um mestre na arte de viver, transformará o Reiki em Prazer de estar vivo, Amor e Felicidade

O Reiki é um caminho de humanização, embora estejamos na Terra como humanos, esse estado é limitado e cheio de potencial. E, nesta vida, é-nos permitido lutar pela nossa realização pessoal. Através do Reiki podemos unir Céu e Terra. Ele é nossa raiz energética aqui na Terra, e quanto mais enraizados estivermos, mais alto nossa coroa se estenderá em direção ao Céu

O Reiki é um sistema de autoajuda perfeito, que se ajusta àquele que o usa e não requer intermediários, independentemente de ser um iniciado no mundo espiritual, um intelectual calejado, um estudante de yoga que trabalha o corpo, uma dona de casa ou um homem devoto. Ele põe-nos de novo em contacto com a energia vital há muito esquecida, mas que tudo permeia, e ensina-nos como nos amar a nós mesmos… de novo.

Importante mesmo… é praticar Reiki.

Artigo de Rui Moura

Imagem: Google

Como podes viver a tua energia Yang

RUI MOURA | TERAPEUTA E FORMADOR | REIKI | SHIATSU | COACHING | YOGA TIBETANO | CONSULTAS | AULAS PARTICULARES| EMPRESAS | CURSOS | PALESTRAS | RETIROS |LISBOA | CASCAIS | LINDA-A-VELHA | CARCAVELOS | PORTO | MATOSINHOS | STRESS | ANSIEDADE | DEPRESSÃO | INSÓNIA | ALIVIO DA DOR | TRATAMENTO DE LESÕES

“Yin e Yang são os princípios do céu e da terra, os princípios e ordem das 10 mil coisas. O pai e a mãe da mudança e da transformação, a raiz do princípio da vida e da morte”.

Existe um estado uno, um estado primordial em que a energia não é dual, não está dividida. Quando este estado começa a manifestar-se, aparece o movimento, o Qi começa a mexer-se. Quando o Qi começa a mexer-se, aparece Movimento, aparece Transformação, aparece o yang. Este estado do Universo antes do movimento simboliza-se sempre como um círculo vazio. Neste estado não existem extremos, não existem polos, não há yin e yang. Chama-se Sem extremos Wu Qi. Então podemos dizer que Yin-Yang é o um que ao dividir-se converte-se em dois.

Entre Yin-Yang há relações de antagonismo e de unidade e o antagonismo e a unidade de yin-yang resumem as leis do universo. O antagonismo e a união são o fenómeno mais geral do universo. Mas, o que é o principal e o que é o secundário? Isto define-se observando a situação concreta, ou seja, para a condição o principal e o secundário podem variar.

O yang tem de estar enraizado em yin, ou seja, o masculino tem estar ancorado no feminino, a força emparelhada com a suavidade. A força, o movimento, o poder, a manifestação, ação, o masculino em todo o seu potencial, são tudo atributos de yang. Estes atributos estão sempre em oposição complementar e interdependência com yin.

Não podemos falar de yang sem falar em yin. Mas podemos salientar o que é yang e de que forma é que ele se manifesta na nossa vida. Como podemos viver a energia yang, como podemos viver, reconhecer e manifestar o masculino que habita em nós, homens e mulheres

Se pensarmos por exemplo em marciais, estas são por definição a exaltação do yang, do poder, da força e do movimento em que o yin se encontra mais escondido, menos evidente, mas sempre presente. Procuramos aqui a mestria e o domínio de yang. E quando conseguimos enraizar yang com yin, poder com suavidade, o masculino com o feminino. Conseguimos conciliar amor e liberdade, que vejo como yin e yang supremos.

Penso agora no meu filho que praticou judo e agora ballet. E pensar nestas duas modalidades em termos de yin e yang é interessante. A energia masculina está presente em ambos mas expressa-se de forma diferente mais evidente no judo e mais subtil no ballet.

Em todas as áreas da nossa vida, só avançamos com a energia masculina, decidir, co-criar, manifestar é sempre feito com recurso a yang. É yang que desbloqueia e abre caminhos, que põe em movimento.

Sempre que precisamos de ter mais nitidez na vida. Só temos uma forma, é decidir. E a partir daí surge a ação. O fazer, o por em prática, pode ser tão forte e intenso como o “judo” ou tão gracioso e harmonioso como o ballet. Sempre ancorado na dose correta de yin de energia feminina.

Isto é válido para homens e mulheres, percebendo que yin e yang é parte da nossa natureza e que ambos têm de ser trabalhados de igual forma. Neste caso, reconhecer o seu yang, a sua força, o seu poder, seja de que natureza for, é abrir-se e entregar-se à manifestação do seu conceito como o pensou e sentiu. A negação da energia masculina, resulta em estagnação e bloqueio, gera um estado de degeneração daquilo que é, porque a natureza da energia é movimento e se yang não guia yin, se o masculino não guia o feminino, o feminino desagrega-se e o ser sofre.

A minha pergunta é: Qual é o seu conceito? Como é que o vai manifestar? O que é que vai fazer? Quando? A quem é que pode pedir ajuda? O que é que pode fazer já hoje? E amanhã? E com quem?

A energia que alimenta tudo isto é yang. Sinta o seu yang e faça, concretize e realize!

Artigo de Rui Moura